Plano Estrutural do Vetor Norte da RMBH deve ser tema de audiência

 

Masterplan prevê gastos de 21 bi no aeroporto de Confins e seu entorno

A Infraero acaba de anunciar recursos de R$ 498 milhões, concedidos pelo Governo Federal através de Medida Provisória, para realizar obras no aeroporto Tancredo Neves até 2013, ampliando a capacidade com vistas à Copa do Mundo de 2014. Será uma reforma do terminal 1 para atender 7,5 milhões de passageiros por ano, construir a segunda pista e pagar o projeto executivo do terminal 2.

Essa informação foi prestada aos deputados da Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas da Assembleia Legislativa de Minas Gerais pelo subsecretário de Assuntos Internacionais de Minas, Luiz Antônio Athayde Vasconcelos, em reunião realizada na tarde desta quarta-feira (19/5/10). Athayde Vasconcelos foi convidado a requerimento do presidente da Comissão, deputado Gustavo Valadares (DEM), para expor o Masterplan do aeroporto indústria, elaborado pela Consultoria Changi Airports International, ao custo de R$ 5 milhões pagos pelo Governo de Minas.

O megaprojeto exposto pelo subsecretário prevê várias fases até 2030, e investimentos de R$ 6 bilhões em infraestrutura para receber R$ 15 bilhões em investimentos industriais de alto valor agregado no entorno do aeroporto. Sua execução exigirá a desapropriação de 8 milhões de m² para a construção da uma terceira pista e do terminal indústria, com viaduto para aviões de grande porte cruzarem a atual pista de acesso. Exigirá também a construção da Alça Norte do Rodoanel, uma via de 68 km que precisa ser implementada com investimentos exclusivos do Governo Estadual.

Confins pode se tornar o segundo aeroporto do País

Oito deputados ouviram atentamente a exposição de Luiz Athayde Vasconcelos, que detalhou o planejamento de longo prazo do Governo de Minas, levando em conta que a população brasileira chegará a 200 milhões em 2020 e o PIB subirá para US$ 2,7 trilhões. "É preciso que nos preparemos agora", afirmou, respondendo a questionamento do deputado Dilzon Melo (PTB). "O aeroporto atrai investimentos, e precisa se antecipar à demanda. Hoje o Tancredo Neves é o 6º aeroporto do País. Quando integrar as 20 maiores cidades de Minas poderá se tornar o segundo", previu.

O deputado Adalclever Lopes (PMDB) elogiou o trabalho da Comissão Especial dos Aeroportos da Assembléia, realizado há sete anos, tendo como relator o deputado Fábio Avelar (PSC). Avelar agradeceu e comparou o desenvolvimento daquela época com o atual. "Nossas sugestões, inclusive a Linha Verde, foram encampadas pelo governador Aécio e se tornaram realidade. Não podemos perder o trem da História. Hoje os prefeitos do entorno estão unidos e integrados neste projeto", afirmou.

O vice-presidente da Assembleia, deputado Doutor Viana (DEM), manifestou sua admiração pela capacidade de planejamento dos governadores Aécio Neves e Antônio Anastasia. "Eles fazem um governo de estadistas. Não planejam para quatro anos, mas olham bem à frente e escolhem pessoas competentes para conduzir seus projetos", disse Viana. O presidente da Comissão, deputado Gustavo Valadares, quis saber se haveria previsão de parcerias público-privadas no projeto, e ouviu do palestrante que estas não podem ser descartadas. Elmiro Nascimento (DEM) acrescentou que hoje o Estado tem credibilidade para captar investimentos e atrair empresários.

O deputado Tiago Ulisses (PV) lembrou que o aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, não tem condições de estender sua pista para 4 mil metros e receber os gigantescos novos aviões que estão sendo construídos pela Airbus e pela Boeing, mas Confins possui essas condições. Dilzon Melo acrescentou que apenas Minas Gerais pode oferecer um projeto dessa natureza.

Requerimentos: Foram aprovados vários requerimentos do deputado Djalma Diniz (PPS), e dois do deputado Gustavo Valadares. No primeiro, Valadares propõe visita da Comissão às obras dos estádios Independência, na Capital, e Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. No segundo, quer trazer convidados para debater a revitalização do Anel Rodoviário de Belo Horizonte.

Presenças: Deputados Gustavo Valadares (DEM), presidente; Adalclever Lopes (PMDB), Dilzon Melo (PTB), Doutor Viana (DEM), Tiago Ulisses (PV), Fábio Avelar (PSC), Elmiro Nascimento (DEM) e Gustavo Corrêa (DEM) 

 

 

Plano Estrutural do Vetor Norte da RMBH deve ser tema de audiência

A Comissão de Assuntos Municipais e Regionalização da Assembleia Legislativa de Minas Gerais deve realizar audiência pública para discutir o Plano Macro Estrutural do Vetor Norte da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Requerimento com essa proposta, de autoria da deputada Gláucia Brandão (PPS), foi aprovado pela comissão nesta quarta-feira (19/5/10). O Vetor Norte inclui a área do aeroporto de Confins, Lagoa Santa e municípios próximos, e vive a expectativa de um grande crescimento econômico, com a implantação de um corredor multimodal de alta tecnologia. A comissão aprovou ainda proposições que dispensam a apreciação do Plenário.

Presenças - Deputados Ademir Lucas (PSDB), Doutor Ronaldo (PDT) e Wander Borges (PSB).

 

Fonte: http://www.almg.gov.br/

Bookmark and Share